Blog

Por que utilizar ponto eletrônico no serviço público?

Publicado em: 02-06-2017
ponto eletrônico no serviço público

Frequentemente vemos reportagens na imprensa que falam sobre os problemas causados pela falta do ponto eletrônico no serviço público. De fato, há uma parcela de funcionários públicos que, por não se submeterem às pressões do mercado, acabam adotando uma postura equivocada em relação ao trabalho, demonstrando pouco compromisso.
Mesmo que essa não seja a realidade total do setor público, é preciso considerar que funcionários que faltam ou chegam frequentemente atrasados ao trabalho prejudicam o atendimento à população, causando prejuízo aos cofres públicos.

O grande problema é que ainda existem muitas repartições públicas que não fazem nenhum controle de jornada dos servidores. Também existem aquelas que utilizam o ponto manual, totalmente passível de fraudes e falsificações diversas.

No post de hoje, mostraremos as principais razões para utilizar o ponto eletrônico no serviço público. Acompanhe e entenda!

A experiência no setor privado

A iniciativa privada já possui uma experiência maior com o sistema eletrônico de ponto. Da mesma forma como os órgãos públicos, as empresas também realizavam o controle manual do ponto dos funcionários.

Além da possibilidade de fraudes, o ponto manual é lento e frequentemente causa erros no controle de jornada. Com isso, funcionários acabam percebendo diferenças importantes nos seus salários, mesmo tendo trabalhado as horas normais.

O contrário também ocorre, ou seja, colaboradores com muitas horas extras podem ter problemas para receber o pagamento correspondente. Afinal, nem sempre a apuração do RH é confiável devido à complexidade de se lidar com tantos cartões e informações diferentes.

O ponto eletrônico resolve todos esses problemas, já que é prático, transparente e de fácil utilização, tanto por parte dos colaboradores quanto por parte da equipe de RH, que fiscaliza as jornadas.

O ponto eletrônico atual

Ao chegar ao trabalho, o colaborador passa o seu crachá pela máquina do ponto eletrônico, que fica na portaria da instituição. Instantaneamente, é emitido um comprovante com a data, horário e número de matrícula.

Internamente, o sistema registra todas as informações referentes à entrada e saída do funcionário, que pode consultar todos os dados por meio do seu próprio computador.

Com isso, o órgão público consegue realizar uma fiscalização mais fiel das jornadas e praticamente extingue as fraudes que possam ocorrer nos setores governamentais.

E o servidor também ganha, já que ele passa a ter uma visão global da sua jornada de trabalho, podendo controlar suas horas trabalhadas e conferir o pagamento pelo trabalho extra.

No caso de profissionais como os da saúde e todos aqueles que não possuam uma jornada fixa, o ponto eletrônico também se transforma em um importante aliado. Por meio do sistema, o setor de RH pode programar quais são os horários em que o profissional deve prestar serviço, podendo fazer isso com uma frequência diária.

Assim, o controle fica mais facilitado para cálculo e pagamento das horas correspondentes trabalhadas.

As vantagens do ponto eletrônico no serviço público

Se você ainda tem dúvidas, vamos fazer uma lista das vantagens de se adotar o ponto eletrônico para controlar a jornada dos servidores. Veja o quanto os órgãos podem ganhar com a adoção desta tecnologia:

Assertividade na marcação

Ao utilizar o controle de ponto manual, o RH deixa a cargo do servidor o preenchimento das informações acerca das horas trabalhadas. Isso é uma porta aberta para fraudes ou mesmo para inconsistências causadas por distrações na hora de preencher.

O ponto eletrônico registra a entrada e saída dos colaboradores no momento exato em que elas ocorrem, calculando o número de horas trabalhadas automaticamente e facilitando a fiscalização por parte do RH.

Além disso, o funcionário pode verificar, ao longo do dia, qual horário ele entrou no serviço e qual é a hora programada para que ele encerre a jornada.

Praticidade na geração de relatórios

Os relatórios de ponto são uma função importante do setor de Recursos Humanos. Com a marcação manual, os funcionários precisam fazer o levantamento utilizando os cartões de ponto. O volume de informações é enorme e a chance de erros também.

Os relatórios do ponto eletrônico podem ser gerados em segundos, com apenas alguns cliques no sistema. Com isso, a equipe ganha tempo para trabalhar em aspectos estratégicos da gestão de RH.

Melhor controle de horas

O controle das horas extras é muito importante para os funcionários públicos. Por lei, todos os servidores fazem jus ao pagamento correspondente pelo trabalho a mais que é realizado.

O problema é que a contagem manual é extremamente trabalhosa e, frequentemente, podem ocorrer erros que prejudicam a remuneração correta.

Além disso, muitas repartições adotam o esquema de folgas como retribuição das horas extras trabalhadas. Isso também requer uma apuração rigorosa, que pode ser carregada de inconsistências se o sistema manual ainda for utilizado.

O ponto eletrônico permite não só um controle melhor por parte do RH, como ainda possibilita que o próprio funcionário cuide das suas horas extras, tendo a oportunidade de saber exatamente o quanto vai receber ou quantos dias terá para folgar.

Jornada de trabalho completa

Infelizmente, o setor público ainda conta com uma pequena parcela de servidores que não honram a profissão e acabam não cumprindo suas jornadas corretamente. Sem a marcação eletrônica, os gestores ficam à mercê do preenchimento manual por parte da própria equipe.

O ponto eletrônico garante que a jornada de trabalho seja cumprida integralmente, melhorando a prestação dos serviços públicos e trazendo mais eficiência para os órgãos.

Respeito às regras do Ministério do Trabalho

O setor público também segue as regras trabalhistas impostas pelo Ministério do Trabalho. Elas são referentes ao horário de serviço, horas extras, licenças e outros aspectos.

Para cumprir essas regras com exatidão, a melhor receita é contar com o ponto eletrônico, que permite controlar a jornada de trabalho com maior eficiência e transparência, não deixando lacunas para descumprimento das normas impostas.

O sistema de ponto eletrônico pode trazer maior eficácia para o setor público e diminuir os prejuízos relacionados à jornada de trabalho dos servidores. Se você quer conhecer o que há de mais moderno em termos de controle de ponto, entre em contato com a gente e veja de perto as inúmeras vantagens do nosso sistema!

 

Faça o cadastro simplificado e comece a usar agora!